O que é Orientação Profissional/ Vocacional ?

AJUDE O PROJETO A LEVAR CONHECIMENTO PARA AS PESSOAS...COMPARTILHE NA SUA REDE SOCIAL PREFERIDA.

Por Daniele B. Rodrigues






A Orientação Profissional/ Vocacional auxilia as pessoas no momento da escolha ou redefinição da profissão. Ela não serve apenas aos alunos do Ensino Fundamental e Médio, mas também para adultos que não estão satisfeitos com a sua profissão e pretendem investir numa nova carreira. Ou, mesmo satisfeitos, querem progredir na sua carreira e dar um novo direcionamento.

E para evidenciar a importância desse processo há dados do Censo de Educação que demonstram o impacto da tomada de decisão não pensada (ou mal pensada!). No ano de 2011 houve 3.632.373 de matrículas no ensino superior, sendo 1.243.670 de ingresso e 522.928 de concluintes no referido ano. Isso mostra que o número de matrículas de ingresso é muito maior do que o número de concluintes, evidenciando a quantidade significativa de desistentes. Outro dado relevante que se soma a esses números refere àqueles que já concluíram a graduação, mas não pretendem exercer a profissão. E mais, aqueles que irão exercer ou já exercem a profissão e desistem por insatisfação com o exercício profissional.

Esses dados evidenciam a falta que a orientação profissional/ vocacional impacta. Por isso, esse processo torna-se importante quando realizado no início do processo, quando gera dúvidas, medo, ansiedade, insegurança, desencadeando o estresse e desgaste emocional.

Para aqueles que já concluíram a faculdade e encontram-se “perdidos”, bem como para aqueles que já estão inseridos no mercado de trabalho e estão insatisfeitos, a reorientação profissional se faz importante. Nesses casos é comum a reclamação de monotonia, rotina de trabalho desgastante, falta de interação, histórico de decepção profissional na família, profissão supérflua, retorno financeiro, relacionamento entre colegas de trabalho, desgaste físico, falta de rotina, entre outros. Ou seja, estes relatos revelam alguns indícios de desconhecimento da profissão e características pessoais (personalidade). Mas vale ressaltar que reorientação profissional não se justifica apenas quando se está insatisfeito, ela serve para outros propósitos, como a progressão na carreira, por exemplo.

Por isso  a Orientação Profissional serve par dar um direcionamento sobre o campo profissional que pretende seguir, possibilitando o autoconhecimento, desenvolvimento de habilidades e direcionamento de vida.

Decidir pela Orientação Profissional já é meio caminho andado, mas ela por si só não garante sucesso. Já dizia a poeta Cora Coralina (1889-1985): “A Verdadeira coragem é ir atrás de seus sonhos mesmo quando todos dizem que ele é impossível”.



Daniele B. Rodrigues, Profissional com atuação na área de Gestão de Pessoas e Saúde, graduada em Psicologia pela PUCPR, Especialista em Executivo em Gestão Estratégica de Pessoas. Expertise em Avaliação Psicológica e Avaliação Grafológica. Formação em Auditor Interno da Qualidade, Seleção por Competência, Orientação Profissional/ Vocacional, Coaching, Mentoring e Holomentoring® do Sistema ISOR®, Terapia Floral em andamento.  Possui diversos cursos de qualificação na área de Desenvolvimento Humano e atuação com atividades estratégicas de RH. Experiência com processos de avaliação psicológica (para fins ocupacionais e clínicos). Leciona temas de Relações Humanas no Trabalho em cursos técnicos da área da saúde. Acompanhamento psicológico à pacientes e familiares hospitalizados, internados em unidade de terapia  intensiva, cuidados oncológicos, clínicos e cirúrgicos.

0 comentários:

Postar um comentário

Cursos Mais Realizados

Receber Cursos por E-mail