Você está se valorizando e sua carreia?

AJUDE O PROJETO A LEVAR CONHECIMENTO PARA AS PESSOAS...COMPARTILHE NA SUA REDE SOCIAL PREFERIDA.

Por Tania Klein






Um jovem procurou seu professor porque se achava um inútil. Achava-se lerdo, não conseguia fazer nada bem feito. 

Desejava saber como poderia melhorar e o que devia fazer para que o valorizassem.

O professor, sem olha-lo disse:

-Sinto muito, mas antes de resolver seu problema, preciso resolver o meu próprio. Talvez você possa me ajudar.

Tirou um anel que usava no dedo pequeno e deu ao rapaz, recomendando:

-Vá até o mercado. Preciso vender este anel por que tenho que pagar uma dívida. É preciso que você consiga por ele o máximo, mas não aceite menos do que uma moeda de ouro.

O rapaz pegou o anel e foi oferecê-lo aos mercadores. Eles olhavam com algum interesse, mas quando dizia o quanto pretendia, desistiam.

Quando ele mencionava uma moeda de ouro, alguns riam, outros saíam sem ao menos olhar para ele. Somente um velhinho muito amável lhe explicou que uma moeda de ouro era muito valiosa para aquele anel.

Abatido pelo fracasso, o rapaz retornou à presença do professor dizendo que o máximo que lhe ofereceram foram duas ou três moedas de prata. Ouro, nem pensar!

O dono do anel respondeu que seria importante, então, saber o valor exato do anel. Sugeriu que o jovem fosse ao joalheiro para uma correta avaliação.

E fez outra recomendação: não importa o valor que lhe ofereça, não venda este anel. O jovem foi, um tanto desanimado.

O joalheiro, depois de examinar com uma lupa a jóia, pesou-a e lhe disse:

-Diga ao seu professor que, se ele quiser vender agora, não posso lhe dar mais do que cinquenta e oito moedas de ouro.

O rapaz teve um sobressalto:

-Cinquenta e oito moedas de ouro?
-Sim, retornou o joalheiro. Com tempo eu poderia oferecer cerca de setenta moedas. Mas, se a venda é urgente.

O discípulo recusou a oferta e voltou correndo para dar a boa notícia ao professor.

Depois de ouvi-lo, o professor falou:

-Sente-se, meu rapaz. Você é como este anel, uma joia única e valiosa que só pode ser avaliada por quem entende do assunto.

Por acaso você imaginou que qualquer um poderia descobrir o seu verdadeiro valor?

Tomando o anel das mãos do rapaz, tornou a colocá-lo no dedo, completando:

-Todos somos como esta joia: muito valiosos. No entanto, andamos por todos os mercados da vida pretendendo que pessoas desqualificadas nos valorizem.

Nem preciso dizer muitas coisas, mas quero colocar questionamentos:

Quem  você acha que tem que dar o seu valor? O outro ou você mesmo?

Quantas vezes você se comporta feito "o anel" na mão dos mercadores?

Entendeu o que é "ser avaliado pelas pessoas certas"?

Você está fazendo da sua carreira uma joia ou uma bijouteria?

Se o seu momento é de recolocação, mudança ou está se sentindo "pra baixo" olhe para si e veja o quão precioso é!

Ser único, de luz, vibrante!

Vai em frente e valorize-se!

Espero ter colaborado! 


Tania KleinProfessional & Self Coaching pelo IBC - Instituto Brasileiro de Coaching, Especialista em Gestão de Pessoas pela Universidade Tuiuti do Paraná, Pós Graduada em Psicologia Organizacional e Graduada em Psicologia pela mesma instituição. Mais de 15 anos de atuação dentro da área de Recursos Humanos, frente à processos de Recrutamento e Seleção, Treinamentos, Gestão de Pessoas, Desenvolvimento de Lideranças.

Pelo Celular ou Tablet Recomende este produto pelo WhatsApp

0 comentários:

Postar um comentário

Cursos Mais Realizados

Receber Cursos por E-mail