Exigências da função!

AJUDE O PROJETO A LEVAR CONHECIMENTO PARA AS PESSOAS...COMPARTILHE NA SUA REDE SOCIAL PREFERIDA.

Por Paulo Cezar Gouvea





Atualmente, o mundo vem passando por um momento de extrema mudança e praticamente em todos os cenários possíveis e inimagináveis, como de praxe o mercado econômico brasileiro acaba sendo afetado diretamente por esse turbilhão de informações, principalmente no que tange as relações laborais.

Alguns pontos chamam a atenção como: crise e recessão da economia, aumento considerável no número de desempregados, um sem número de pessoas que deixaram literalmente de procurar emprego, aumento na economia informal, robotização de processos, ajustes na forma de buscas de novos talentos no mercado, achatamento dos salários, redução de benefícios, aumento considerável na pressão por resultados, aumento no número de afastamentos por doenças ocupacionais e acidentes de trabalho, nesse último, por exemplo, cabe uma importante observação, o Brasil é quarto no mundo em acidentes de trabalho (registrando mais de 700 mil casos por ano), atrás apenas de China, Índia e Indonésia, dados segundo a OIT, e mesmo o Brasil sendo rigoroso nesse quesito, com várias Normas Regulamentadoras criadas para esse fim. (Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br).

Diante desses pontos ainda nos chama a atenção e muito, o que se exige para assumir determinado cargo, vamos tomar como exemplo um Analista de Recursos Humanos, além do que se pede em matéria de experiência, formações diversas (graduação, especialização, cursos, línguas e atualização constante), espera-se também que tenha uma alta capacidade criativa, resolutiva, tomada de decisão e buscar de forma continuada o equilíbrio entre a vida profissional e vida pessoal, a fim de obter melhor qualidade de vida, isso tudo aliado a uma boa saúde física e mental, obrigando a cuidar-se diuturnamente do corpo, espírito e da mente. Isso tudo sem mencionar a questão salarial, que na maioria das vezes não corresponde as exigências relativas ao cargo.

E para ser Deputado? Já passou pela cabeça qual exigência para o cargo, além de ser eleito democraticamente pelo povo? Os critérios para concorrer ao cargo de Deputado, tanto em nível federal, quanto em estadual, são os seguintes: ser alfabetizado, ter nacionalidade brasileira, estar em pleno exercício dos direitos políticos (não estar com os direitos políticos cassados), realizar o alistamento eleitoral, ter domicílio eleitoral no Estado para o qual quer concorrer ao cargo (pode ser natural de outro Estado, mas deve concorrer ao cargo para representar o Estado onde vota), estar filiado a algum Partido e ter a idade mínima de 21 anos. O Poder Legislativo do Brasil é formado pelo Senado Federal e pela Câmara dos Deputados. O deputado federal é o representante do povo no Congresso Nacional e seu mandato é de quatro anos, não havendo limite para a reeleição. 

A Câmara dos Deputados é composta por 513 membros, que recebem um salário mensal de aproximadamente R$ 16.000,00 mais benefícios. A principal função desse cargo é a elaboração de Leis, e conforme a Constituição da República Federativa do Brasil tem outras atribuições como: Elaborar seu regimento interno; Fiscalizar os atos do Poder Executivo; Autorizar, por dois terços de seus membros, a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado; Proceder à tomada de contas do Presidente da República, quando não apresentadas ao Congresso Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da sessão legislativa; Eleger membros do Conselho da República, nos termos do art. 89, VII. (Fonte: brasilescola.uol).

Em suma, essa comparação é com intuito de provocar um pensamento: Estamos procurando o emprego certo? Mesmo ante toda essa disparidade apresentada, vale a pena o esforço? Essa reflexão é para si mesmo e também, fazer uma autoavaliação dos seus passos e sejam esses pessoais ou profissionais. Outra preocupação crescente é o número de Infoproletariado (ou ciberproletariado), termos que compreendem uma ampla gama de trabalhadores que floresceu nas últimas três décadas e meia a partir do aumento do uso da tecnologia da informação, da globalização e da degradação das condições de trabalho (Fonte: Google).

Perante as exigências da função insisto, nesse momento mesmo diante de tantas mudanças significativas, o ideal é repensar às suas atitudes e tomada de decisão, dando maior valor ao que realmente importa e seja sua família ou a sua própria vida, algo que só depende de você apenas. 

Vale a reflexão!

Paulo Cezar Gouvea, Especialista em Planejamento Estratégico e Gestão da Qualidade, é também Bacharel em Administração, casado, possui uma filha e escreve por gostar dessa que também é uma das mais belas formas de se expressar. Tem passagens pelas Áreas: Administrativa, Financeira, Logística/Operacional e Recursos Humanos.

0 comentários:

Postar um comentário

Cursos Mais Realizados

Receber Cursos por E-mail