Resiliência e Inteligência Emocional

AJUDE O PROJETO A LEVAR CONHECIMENTO PARA AS PESSOAS...COMPARTILHE NA SUA REDE SOCIAL PREFERIDA.

Por Paulo Cezar Gouvea

Atualmente muito se tem falado em ser resiliente, ter uma Inteligência Emocional acima do que se espera, mas, afinal do se tratam esses temas? O que significam? Em outras palavras, ser resiliente significa ter a capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças. Já a Inteligência Emocional é semelhante, ou seja, administrar de forma consciente e coerente os sentimentos que o norteiam durante o seu dia em todos os campos e sentidos da vida.



Como é de conhecimento, no ambiente de trabalho sofremos os mais variados tipos de pressão, ou seja, entrega de resultado, alcance da meta, cliente ao telefone ou pessoalmente, enfim, uma série de coisas que o profissional esta enfrentando. Na grande maioria das vezes, não se pode esquecer, que o ser humano não é uma máquina e tampouco pode ser confundido como tal, afinal, é dotado dos mais variados sentimentos e há dias em que as pessoas não estão com um bom humor e isso faz parte é inerente à vontade da pessoa, obviamente que o mau humor não pode ser uma rotina, o que trará consequências desastrosas em suas relações de trabalho.

Mas como administrar esses sentimentos e como se portar diante das mais variadas situações cotidianas? É claro que não existe uma fórmula mágica elaborada para esse fim, mas, o interessante é sempre exercitar a paciência e também se lembrar do conhecido dito popular: “quando um não quer dois não brigam!”. Escrever, falar parece fácil, exercitar que é o complicado, convém ressaltar que agindo de forma paciente diante desses momentos é considerado um diferencial por muitos.


Além desses aspectos o interessante é sempre se manter vigilante, olhando para si mesmo e fazendo uma alto-análise, será que estou agindo bem? Como será que as pessoas à minha volta estão me enxergando? Enfim, agindo com calma, cautela e paciência nessas situações, as coisas tendem a fluir tranquilamente e todos ganham com isso, pois um dia estressante é um dia que deixamos de vencer nas nossas das vidas, muita coisa quando estamos nervosos ou apreensivos deixamos de notar, em outras palavras, muitas vezes as respostas para o que procuramos ou precisamos, esta bem a nossa frente.



Paulo Cezar Gouvea, Especialista em Planejamento Estratégico e Gestão da Qualidade, é também Bacharel em Administração, casado, possui uma filha e escreve por gostar dessa que também é uma das mais belas formas de se expressar. Tem passagens pelas Áreas: Administrativa, Financeira, Logística/Operacional e Recursos Humanos.

0 comentários:

Postar um comentário

Cursos Mais Realizados

Receber Cursos por E-mail